Alertas e Notícias em Tempo Real
 
facebook twitter youtube formspring mailto
Disque-Denúncia recebe apoio da Cedae
16/5/2012 - Atualizado às 13h44
 
O Disque-Denúncia e a Cedae assinaram hoje (16/05), na sede da Cedae, contrato de   parceria que visa estabelecer cooperação mútua com vistas ao funcionamento da Central Disque Denúncia do Rio de Janeiro. O apoio da Cedae para a manutenção do serviço está inserido na política do governo do estado, que já utiliza o Disque-Denúncia como importante instrumento de apoio às ações de segurança pública.
 
Parceria prevê repasse de verba mensal ao Disque-Denúncia, a quem caberá, a remessa de relatórios periódicos que servirão de apoio para promover as ações de segurança necessárias para coibir atos ilícitos contra a concessionária.
 
O presidente da Cedae, Wagner Victer, e o coordenador do Disque-Denúncia, Zeca Borges, formalizaram nesta quarta-feira, na sede da concessionária, a parceria que já vinha sendo desenvolvida de transmitir as denúncias pertinentes aos crimes cometidos contra bens e serviços da companhia.
 
- Qualquer problema na área da segurança pública detectado pelo Disque-Denúncia impacta na operação da Cedae. A identificação do problema e sua solução beneficiam a empresa, mas trata-se um ganho geral para a sociedade – observa o presidente da Cedae, Wagner Victer.
 
- Para se ter uma idéia, já vínhamos registrando de cinco a dez denúncias de furto de água. Com a divulgação da parceria acreditamos que as ligações referentes a procedimentos ilícitos vão crescer muito, por isso, contamos com o apoio da população porque esta parceria é importante para a sociedade – destaca Zeca Borges. 
 
Segundo o presidente da Cedae, Wagner Victer, o furto de água deixou de ser atividade do “esperto” para configurar como ação de quadrilha, com risco menor que o roubo a banco e o seqüestro, mas com ganho muitas vezes superior.
 
- Se o serviço levar a desbaratar essas quadrilhas que atacam as concessionárias a sociedade estará sendo beneficiada. O Disque-Denúncia já foi certificado pelo seu passado de credibilidade e a parceria só vem somar o esforço do governo do estado em combater o crime em qualquer esfera. O nosso foco são os grandes furtos, as grandes empresas que cometem este delito, que é crime previsto no Código Penal – frisou Victer.
 
Fonte: Cedae
 
 
Veja Também

 
Instituto Brasileiro de Combate ao Crime
Caixa Postal: 6561-RJ