Ver todas as notícias

24_11_2022__0_6fbc23dc-1668-432f-a9b4-5f114d42b17a.jpg - uploaded/imgs/noticias/24_11_2022__0_6fbc23dc-1668-432f-a9b4-5f114d42b17a.jpg - PF prende nigeriano apontado como responsável pela maior remessa de cocaína apreendida na história do RJ


PF prende nigeriano apontado como responsável pela maior remessa de cocaína apreendida na história do RJ

24/11/2022



A Polícia Federal (PF) prendeu na manhã desta quinta-feira (24), na Operação Maputo, o homem apontado como responsável pela maior remessa de cocaína apreendida na história do Estado do Rio de Janeiro, em outubro do ano passado; 5 toneladas da droga.

O nigeriano Osita Godwin Njoku, de 33 anos, foi preso por policiais da Delegacia de Repressão a Drogas da PF no Rio de Janeiro ao desembarcar no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo.

Osita havia sido incluído na Difusão Vermelha da Interpol, que o havia localizado na semana passada em Barbados, uma ilha do Caribe, com o auxílio da DEA, a Agência Antidrogas dos Estados Unidos.

Também foram cumpridos três mandados de busca e apreensão em São Paulo, além de uma ordem de restrição de contas bancárias do preso no montante de R$ 2 milhões.


Após receber voz de prisão, ele foi levado até a Superintendência Regional da PF no Rio de Janeiro e seria encaminhado ao sistema prisional.

A operação teve início em outubro de 2021, quando agentes da PF e da Receita Federal, tendo como base informações repassadas pelos Disque Denúncia, encontraram as 5 toneladas de cocaína dentro de caixas de sabão em pó acondicionadas em contêineres no Porto do Rio. 

 

Foto: Reprodução/PF


De acordo com a polícia, a remessa iria para Moçambique, o que batizou a operação desta quinta — Maputo é a capital desse país do sudeste africano.

*Fonte de apoio: G1



Ver todas as notícias

© 2015 Disque Denúncia Rio todos os direitos reservados. Criação e desenvolvimento por ASCOM DD Rio.

O Disque Denúncia é uma parceria da Secretaria de Estado de Segurança Pública com a sociedade civil do Rio de Janeiro.